Calmante natural funciona?

44
Calmante natural funciona? Conheça aqui os melhores e mais consumidos.
Calmante natural funciona? Conheça aqui os melhores e mais consumidos. Foto: Alto Astral

Como você sem dúvidas já viu pela internet ou até aqui mesmo no site, temos vários artigos falando sobre calmantes naturais. Se a sua dúvida é se calmante natural funciona mesmo, não se preocupe que vamos explicar tudo aqui para você.

O calmante natural, também é conhecido por muitos como ansiolítico natural.

Se você já andou pesquisando sobre calmantes antes de vir aqui sabe que ansiolíticos são os remédios calmantes mais receitados por médicos para tratar sintomas como:

  • Ansiedade;
  • Nervosismo;
  • Insonia;
  • Depressão.

O problema é que boa parte desses ansiolíticos são viciantes quando utilizados por longos períodos.

Além disso muitos deles não tem uma resposta rápida para o corpo, podendo levar algumas semanas (em alguns casos até mesmo meses), para começar a fazer efeito em uma pessoa.

Dessa forma os médicos costumam, dependendo do caso, receitar mais de um tipo de ansiolítico, um para ação rápida e outro ‘normal’.

Esse de ação rápida serve para fazer o primeiro ‘ataque’ ao problema do paciente, enquanto que o ansiolítico de ação longa ainda não começou a surtir efeito.

Como funciona o ansiolítico?

Acima nós demos uma explicação do motivo pelo qual os ansiolíticos são receitados por médicos.

Aqui vamos explicar como eles funcionam no sistema nervoso central de uma pessoa.

Bem, não existe uma regra exata, nem todos atuam da mesma forma, porém a grande maioria dos ansiolíticos receitados por médicos atuam de duas formas:

  1. Diminuindo o neurotransmissor do cortisol, um hormônio ‘ruim’ que é responsável por causar a ansiedade, nervosismo e até mesmo depressão;
  2. Aumentando os neurotransmissores de serotonina, o ‘hormônio do prazer’.

Dessa forma os níveis de cortisol no seu corpo diminuem, enquanto que o nível de serotonina aumenta.

Diminuindo assim as ‘sensações ruins’, tornando a pessoa mais feliz ou, pelo menos, equilibrando o seu humor.

Como o calmante natural funciona

O grande problema é que nem sempre a pessoa precisa correr o risco de viciar o corpo em um ansiolítico (leia também como antidepressivo) ou até mesmo outros efeitos colaterais.

Em casos iniciais outras medidas podem ser tomadas de forma a causar menos problemas para o seu corpo. É ai que os calmantes naturais entram.

O calmante natural atua da mesma forma que os ansiolíticos porém em proporções menores e sem nenhum ou quase nenhum efeito colateral.

Claro que existem contraindicações contra alguns deles, por exemplo, não são todos que podem ser tomados por gestantes, lactantes, crianças ou mesmo idosos.

Mas a resposta é ‘sim’, calmante natural funciona sim.

Tudo o que você precisa fazer é buscar qual o melhor calmante natural para o seu problema, podendo inclusive ser indicado por algum médico ou mesmo um farmacêutico de farmácias que vendem produtos naturais.

A grande maioria desses calmantes naturais não precisam de receita para serem comprados.

Sem contar que é possível encontrar todos eles em diversas formas, tais como:

  • Chás;
  • Tinturas;
  • Fragrâncias;
  • Capsulas ou comprimidos.

Em alguns casos não são necessários nem ingerir nada para que o calmante natural funciona em você também.

Abaixo listamos alguns exemplos de calmantes naturais.

4 tipos de calmantes naturais

Agora que já respondemos a pergunta ‘calmante natural funciona?’, vamos apresentar para você alguns deles.

Esses são os mais comuns e que costumam não apresentar nenhum tipo de efeito colateral.

  1. Exercício físico;
  2. Fragrâncias;
  3. Melissa;
  4. Maracujá.

A seguir explicamos cada um deles.

1. Exercício físico

Iniciando a lista temos o primeiro exemplo de calmante natural que não precisa ser ingerido e que não apresenta nenhum efeito colateral quando feito de forma correta.

Você pode estar achando brincadeira, mas garantimos que não é.

O exercício físico traz relaxamento para o corpo e mente pois em muitos casos a vida parada ou sedentária é o gatilho para problemas como ansiedade e depressão.

Mas o principal é que ele libera na nossa corrente sanguínea a serotonina, hormônio que como já falamos é responsável pela sensação de bem-estar, relaxamento e felicidade.

Prova disso é que os ansiolíticos receitados por médicos tem como um dos objetivos estimular a produção de serotonina no corpo.

A serotonina alivia os sintomas da ansiedade, nervosismo e até mesmo depressão.

Então, pratique exercícios físicos com regularidade.

2. Fragrâncias

O segundo exemplo de calmante natural que não precisa ser ingerido são as fragrâncias.

As fragrâncias podem ser utilizadas em qualquer lugar da casa e de diversas formas.

Dessa forma você, sem ao menos perceber, está fazendo uso de um calmante natural.

Você pode utilizar a fragrância ou mesmo algum óleo essencial com o mesmo cheiro nas seguintes formas:

  • Utilizar nas suas roupas de cama;
  • Na banheira;
  • Como vela aromática;
  • No vaporizador.

Existem também fragrâncias que são utilizadas na tomada liberando o perfume no ambiente.

Escolha um calmante natural que tenha um perfume do seu agrado e faça uso dele.

3. Melissa

A Melissa já é conhecida de um grande publico, principalmente pelas avós e mães.

Você pode utilizar ela na forma de chá ou mesmo comprar ‘água de melissa’ em alguma farmácia.

Ela é boa no combate a ansiedade e também do nervosismo.

4. Maracujá

O Maracujá é outro grande conhecido das pessoas e não é por menos, já que ele atua tanto para ansiedade, nervosismo como para a insônia e melhora da qualidade do sono.

Você pode comer a fruta ou fazer um suco. Mas se o gosto não for do seu agrado ainda existe a opção de fazer um chá com a flor do maracujá, também conhecida como Passiflora.

Se o seu problema for relacionado ao sono, como insônia ou noites mal dormidas, o ideal é tomar o suco do maracujá ou chá da passiflora 30 minutos antes de ir deitar.

Considerações finais

Como você pode ver, calmante natural funciona sim.

Mas como dito, alguns cuidados devem ser tomados por nem todos, até mesmo os não listados aqui, devem ser utilizados por todas as pessoas.

Outro ponto importante é que você nunca deve utilizar qualquer tipo de calmante natural como substituto de algum tratamento já prescrito por um médico.

Eles podem ser utilizados como complemento de tratamento (se o médico julgar possível), mas nunca como substitutos.

Gostou? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

Leia Também

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

14 + 12 =