Calmantes Naturais na Gravidez, pode?

2489

Calmantes naturais na gravidez, pode?

Calmantes naturais na gravidez, pode?
Calmantes naturais na gravidez, pode? – Foto:Gravidez Michel Teixeira

Se você está grávida, pretende ficar ou mesmo se conhece alguma grávida já deve ter parado para pensar se pode tomar calmantes naturais na gravidez.

A resposta não é simples e depende de uma série de fatores, mas não se preocupe, vamos explicar aqui para você.

Portanto leia nosso artigo que iremos mostrar a você qual é o melhor chá calmante para grávida.

Calmantes naturais na gravidez

A pergunta é se pode ou não calmantes naturais na gravidez. E a resposta é: depende.

Sim, depende. Depende da sua condição como grávida, ou seja, se a gestação está correndo conforme o desejado, mas o principal, depende do tipo de calmante natural que você quer tomar e para que ele serve.

Muito cuidado nessa hora pois um calmante natural que você utilizava no seu dia a dia antes da gestação, pois agora pode ser prejudicial para ela.

Não é o fato de o calmante ser natural que significa que ele pode ser utilizado em qualquer situação.

Alguns calmantes para grávidas, mesmo sendo naturais, podem ser abortivos ou causar má formações no feto.

Então todo cuidado é pouco nesse momento tão especial na vida de uma mulher.

O ideal é sempre procurar um médico especialista, que nesse caso pode ser o próprio profissional que está fazendo o seu pré-natal, para saber se determinado calmante natural é indicado para o seu caso.

Tipos de calmantes naturais na gravidez

Durante a gestação o corpo da mulher muda muito, o útero se dilata conforme o bebê cresce, bexiga e intestinos são pressionados pelo tamanho do bebê (e é por isso que grávidas vão no banheiro com muito mais frequência).

Além disso alguns órgãos ‘sobem’ pressionando coração, pulmões e outros órgãos. Esse é um dos motivos das gestantes também poder ter falta de ar e pressão alta.

Mas o que mais complica para a mulher nessa fase da vida são os hormônios. A mulher recebe uma ‘bomba’ de hormônios que não está acostumada, ou que recebe normalmente em quantidades menores.

Isso pode gerar uma série de fatores, como insônia, ansiedade, mau humor, crises de choro inexplicáveis ou até mesmo agressividade.

Para facilitar a sua vida, vamos citar aqui alguns calmantes naturais que não trazem problemas para a sua gravidez ou bebê.

Lembrando que eles não causam problemas para uma gestação típica, porém mesmo assim é sempre importante consultar o seu médico especialista para saber se no seu caso não tem nenhum problema em tomar tal calmante natural.

Os principais calmantes naturais na gravidez são:

  1. Maracujá;
  2. Chá de camomila;
  3. Chá de Melissa;
  4. Chá de Erva-doce.

Abaixo explicamos o funcionamento de cada um desses chás para uma gestante.

 

  1. Maracujá

Sim, sua avó tinha razão, maracujá faz bem durante a gravidez tanto para a mulher, quanto para o bebê.

Mas cuidado, você pode comer ou tomar o suco de maracujá, porém não é recomendado tomar o chá da flor-de-maracujá. Esse sim é prejudicial para a gravidez, podendo provocar até mesmo o aborto.

Já o maracujá é bom para a grávida que está com ansiedade ou insônia.

Tome um copo de suco ou coma meio maracujá meia hora antes de dormir para diminuir a ansiedade e facilitar o sono.

Se você estiver grávida e com pressão alta, o maracujá também ajuda para regular a sua pressão.

Para o bebê o maracujá contribui para o seu crescimento durante a gestação.

  1. Chá de camomila

O chá de camomila é uma dos calmantes naturais na gravidez que são recomendados.

Porém, deve se ter um cuidado e não tomar esse chá de forma contínua, pois ainda não existem estudos comprovando se existem ou não na ingestão dele em longa duração.

Mas esse chá tomado de forma esporádica é muito benéfico, principalmente para a ansiedade da mãe, deixando o bebê calmo também.

Suas funções antioxidantes e anti-inflamatórias ajudam a aumentar a imunidade da gestante também.

Outro cuidado a se cuidar é não confundir camomila com camomila romana. A romana é prejudicial na gravidez.

  1. Chá de Melissa

O chá de melissa é bom para acalmar a ansiedade também e facilitar o sono, porque além disso ela melhora o humor e em condições normais alivia as cólicas menstruais, o que mesmo durante a gravidez é algo bom para o seu útero.

Também ajuda a aumentar a imunidade da mulher e do bebê.

Por fim auxilia também para acalmar o estômago, pois é muito indicado para os enjoos das primeiras semanas de gestação.

Mas assim como o outro chá, deve ser tomada ser exageros.

  1. Chá de Erva-doce

A erva-doce também serve para acalmar a gestante e até mesmo conter sua ansiedade, algo muito comum durante esse período, contudo seja pela expectativa do bebê que está chegando ou mesmo pelas mudanças hormonais constantes.

Além disso a erva-doce também auxilia no combate contra a azia tão comum nas grávidas e também dos enjoos.

Auxilia no combate a problemas gástricos e digestivos, como a prisão de ventre e  o aumento de apetite.

Muitas mulheres não sentem vontade de comer podendo passar até mesmo um dia todo sem comer nada, o que pode ser prejudicial para ela e para o feto.

Um dos motivos pode ser pela pressão do aumento do útero contra o estômago da gestante, portanto uma xícara desse chá pode facilitar para o aumento do apetite.

Considerações finais

Como dito, mesmo esses calmantes naturais na gravidez sendo bons, mas nunca comece a sua utilização sem antes consultar o seu especialista.

O seu caso pode ser diferente dos demais e alguns deles podem não ser indicados para você.

Alguns chás que você deve evitar a todo o custo durante a gestação são:

  • Chá de Boldo;
  • Chá de Erva de gato;
  • Chá de Ginseng;
  • Chá de hortelã;
  • Chá de quebra-pedra;
  • Chá de Ipê roxo;
  • Chá de Arnica;
  • Chá de Arruda;
  • Chá de Capim-limão;
  • Chá de Alecrim;
  • Chá de Canela.

Alguns desses chás podem ser abortivos ou mesmo causar algum problema com o seu bebê.

Eles podem, por exemplo, aumentar o número de contrações do seu útero em alguns casos, o que pode causar um aborto espontâneo no início da gestação ou que você entre em trabalho de parto antes do tempo, caso já tenha mais tempo de gravidez.

Além disso, alguns deles podem diminuir a absorção de ácidofólico pela gestante. O ácido fólico é muito importante para a formação correta do bebê sendo inclusive necessário em muitos casos que se tomem comprimidos de ácidofólico para não correr riscos no desenvolvimento do bebê.

Portanto as futuras mamães devem tomar todos os cuidados, principalmente no primeiro trimestre.

O chá verde e a erva cidreira deve ser consumida com orientação de um profissional médico.

No entanto vale ressaltar que apesar de poderem ser consumidos você não deve exagerar.

Gostou? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here