Você sabe o que são ansiolíticos naturais fortes? Talvez por esse nome não, mas garanto que você já tomou pelo menos um (ou vários) tipo de ansiolítico natural.

O que é ansiolítico?
O que são ansiolíticos naturais fortes?

Se você não sabe o que é e tem curiosidade de saber continue conosco que vamos explicar.

O que são ansiolíticos naturais fortes?

Basicamente um ansiolítico é um remédio, natural ou não, que combate a ansiedade e transtornos de ansiedades nas pessoas.

Entre esses tipos de medicamentos os mais conhecidos são os a base de benzodiazepínicos (nome científico).

Os ansiolíticos também são muito utilizados por quem sofre de insônia ou problemas do sono, como noite inquietas e mal dormidas. Contudo vale salientar que se trata de remédios que podem causar efeitos colaterais que alteram o sistema nervoso.

Isso ocorre pois parte dos casos de insônia envolvem algum tipo de quadro de ansiedade pelo paciente.

Mas também são utilizados contra a insônia pois os ansiolíticos causam sonolência. Portanto se você está em busca dos ansiolíticos naturais fortes está no lugar certo.

Por esse motivo, não é comum fazer uso desse medicamento durante os horários que a pessoa precisa estar ativa, seja para trabalhar, estudar ou qualquer outro afazer, sendo comumente utilizada próximo da hora do paciente ir dormir.

Os ansiolíticos a base de benzodiazepínicos também podem ser utilizados nos seguintes casos:

  • Tratamentos de epiléticos;
  • Tratamentos de pessoas convulsivas;
  • Para promover o relaxamento muscular e também é usada para o bem estar;
  • Sedação para procedimentos médicos.

Calmantes Fortes

A ansiedade ativa a parte do cérebro responsável pelo ‘estado de alerta’, porque que é basicamente aquele estado que a pessoa atinge quando sente medo.

Imagine as seguintes situações:

  1. Você está caminhando pela rua e se depara com uma cobra;
  2. Você está caminhando pela rua a noite e olha para todos os lados com medo de ser assaltada.

Nesses dois casos aquela ‘sensação’ que você teve na hora e nos momentos após se deparar com qualquer um desses acontecimentos é o seu ‘estado de alerta ativo’.

O que a ansiedade faz é deixar esse seu ‘estado de alerta’ ativado o tempo todo, 24 horas por dia, até mesmo enquanto você dorme. A ansiedade age diretamente no sistema nervosos central.

Os ansiolíticos pode ser usado para normalizar de volta o seu cérebro, neurotransmissores e outras áreas do seu corpo, ativadas pela ansiedade.

Ansiolíticos mais conhecidos

Muitos são os ansiolíticos utilizados nos dias de hoje. Contudo estimasse que mais de 5% da população do Brasil faz uso de algum tipo de ansiolíticos todos os dias.

Os tipos de remédios ansiolíticos mais conhecidos são:

  • Lorazepam (Lorax);
  • Flurazepam (Dalmadorm);
  • Diazepam (Valium);
  • Clonazepam (Rivotril);
  • Alprazolam (Frontal).

Esses são os nomes genéricos dos principais ansiolíticos utilizados no Brasil. Entre parenteses estão os nomes comerciais mais conhecidos de cada um desses tipos.

Efeitos colaterais dos ansiolíticos naturais fortes

Esses remédios ansiolíticos podem apresentar vários efeitos colaterais.

Portanto o primeiro que você precisa saber é que eles tomados de médio a longo prazo são extremamente viciantes e causam dependência química com facilidade.

Muitas pessoas até mesmo utilizando eles por pouco tempo tem crises de abstinência ao parar o tratamento.

Além disso outros possíveis efeitos são:

  • Sonolência excessiva;
  • Tonturas;
  • Enjoos;
  • Vômitos;
  • Zumbidos nos ouvidos;
  • Quedas;
  • Perda de memória;
  • Desorientação;
  • Diminuição da coordenação motora fina.

Por esses motivos você não deve de forma alguma utilizar qualquer um desses remédios sem antes consultar um médico ou especialista na área para que ele possa prescrever o medicamento correto e também a dose correta para o seu caso.

Esses sintomas descritos acima são mais comuns em pessoas que tomam esses medicamentos com dosagens acima das prescritas ou dosagens erradas.

Então não tente pegar aquele ansiolítico que algum parente ou amigo não usa mais, nem tomar a quantidade que essa pessoa tomava.

Portanto para cada caso um medicamento e dosagem diferentes são necessárias e tomar esse remédio de forma errada pode ser muito prejudicial a sua saúde.

Outro fator importante nessa hora é também a sua idade, se é homem ou mulher (mulheres que são gestantes ou lactantes não devem tomar ansiolíticos) e também a sua saúde como todo.

Portanto é importante ressaltar que esse tipo de medicamento melhora os sintomas da ansiedade, porém não cura o problema causador da mesma.

Por isso é importante consultar um especialista para reduzir sua ansiedade e dessa forma encontrar um mecanismo de ação para ‘curá-lo’.

Ansiolíticos Naturais Fortes ou Ansioliticos Naturais

Então como dito lá no início, você provavelmente já tomou algum tipo de ansiolítico natural forte, isso sem ao menos se dar conta.

E isso ocorre pois muitos chás e alimentos são ansiolíticos (neste caso derivados de plantas medicinais).

A vantagem deles é que não são viciantes como os remédios prescritos por um médico e também apresentam muito pouco ou nenhum efeito colateral.

Claro que eles também são bem mais ‘fracos’ que os remédios prescritos por um médico, mas, ao mesmo tempo, resolvem os problemas de boa parte das pessoas.

Os ansiolíticos naturais fortes mais conhecidos são:

  1. Valeriana;
  2. Camomila;
  3. Passiflora.

Abaixo explicaremos um pouco sobre os efeitos de cada uma delas.

1- Valeriana

O chá de Valeriana é um dos melhores ansiolíticos naturais conhecidos atualmente.

Além de funcionar como calmante ela também ajuda a combater o nervosismo e a insônia, tendo assim mais de um beneficio para a saúde.

Ela também auxilia para quem sofre de problemas com a pressão alta, regularizando a pressão.

Contudo por esse motivo ela não deve ser consumida por quem sofre de pressão baixa.

2- Camomila

Quem nunca tomou um chá de camomila para acalmar os nervos, não é mesmo?

E não é para menos já que a camomila também é um bom ansiolítico natural e sem nenhuma restrição quando consumido em baixas quantidades.

Sem exageros ela pode ser consumida até mesmo por crianças, gestantes e também lactantes.

Sua função é combater a ansiedade e o nervosismo ao mesmo tempo que auxilia a pessoa a pegar no sono mais rápido e também ter uma noite de sono mais tranquila.

3- Passiflora

Portanto sem dúvidas você já ouviu a frase ‘Tá nervosa? Toma um suquinho de maracujá que passa.’.

Pois então, a Passiflora é a flor do maracujá e por esse motivo tem um efeito muito benéfico para a pessoa e é um ótimo ansiolítico natural.

No entanto ela combate o nervosismo, a ansiedade, os ataques de raiva e também é excelente contra a insônia ou dificuldade para dormir.

Portanto um cuidado é necessário com a Passiflora. Ela pode deixar a pessoa bem sonolenta.

Então por esse motivo não se deve tomar o seu chá sem ser no período próximo a hora de ir dormir.

Estima-se que o chá dessa flor deve ser tomado 30 minutos antes da pessoa se deitar para ter um melhor aproveitamento. Essa medida pode proporcionar um bem estar para a pessoa, pois nossas dicas primoram pelo uso de plantas medicinais que são usadas há milhares de anos por diversas culturas por todo o mundo. Portanto, para ficar sabendo tudo sobre os efeitos calmantes no remédios naturais, pesquise e sempre procure orientação médica.

Vale ressaltar que as informações contidas nesse artigo são apenas de caráter informativo!

Remédios caseiros também deve ser usado com moderação e um médico deve ser consultado. É preciso cuidado ao tentar reduzir a ansiedade com remédios naturais, pois os efeitos calmantes podem e afetam o sistema nervoso.

Os ansiolíticos são comumente usados para equilibrar os transtornos do sono, seu mecanismo de atuação age no cérebro e ele deve ser usado com moderação para combater a ansiedade.

 

Ainda possui alguma dúvida sobre ansiolíticos naturais fortes?

Continue a leitura abaixo!

Ansiolítico Natural Forte
Ansiolítico Natural

Você procura um ansiolítico natural forte? Se sim saiba que veio ao local certo, vamos falar aqui de alguns dos melhores.

Aliás, você sabe o que é um ansiolítico?

Um ansiolítico em um resumo bem rápido, é um remédio feito para tratar pessoas com problemas ligados a ansiedade, nervosismo, estresse, insônia e até mesmo depressão.

Portanto basicamente quando alguém é diagnosticado com alguma dessas doenças, o médico receita um ansiolítico (ou até mais de um).

Cada ansiolítico trabalha de uma forma diferente, por isso para cada caso e paciente pode ser passado uma receita diferente.

Dessa forma, o remédio que o médico receita para você pode não servir para nada em outra pessoa ou até mesmo piorar o quadro dela.

Ansiolítico Natural

O principal problema dos remédios ansiolíticos é que uma boa parte deles pode trazer dependência. Ou seja, você para o tratamento sua doença se cura, mas você se torna dependente daquele medicamento.

Em muitos casos a dependência desses tipos de remédios pode trazer outros problemas para a vida da pessoa.

Por esse motivo algumas pessoas preferem optar por um ansiolítico natural e em casos mais graves por um ansiolítico natural forte.

O ansiolítico natural forte ou ‘fraco’ é geralmente um fitoterápico, ou seja, é um remédio feito 100% a base de um ou mais produtos naturais, sem adição de algum tipo de químico.

Por serem naturais é mais difícil que eles causem dependência, embora desempenhem funções semelhantes às de um ansiolítico de venda sobre prescrição médica.

 

Tipos de ansiolítico natural forte

Entretanto queremos deixar claro aqui desde agora que você não deve em hipótese alguma parar o tratamento indicado por um médico para começar a tomar qualquer um desses ansiolíticos que mostraremos na lista a seguir.

No entanto tente verificar com o seu médico se não é possível fazer a troca do medicamento receitado por ele por algum outro tipo de ansiolítico natural forte.

Em alguns casos também podem ser prescritos um tratamento com ansiolítico mais fraco sendo esse combinado com um ansiolítico fitoterápico.

Outra coisa que você precisa saber é que medicamentos fitoterapicos têm seu funcionamento comprovado por testes e, aqui no Brasil, são vendidos com liberação da Anvisa.

Ou seja, se a Anvisa liberou é por que eles funcionam como qualquer outro medicamento.

Nessa lista não vamos falar de nomes de ansiolítico natural forte e sim falar dos seus principais ingredientes.

Dessa forma você pode escolher por uma marca de sua preferência que venda determinado ansiolítico natural.

Por fim, saiba que os itens dessa lista são conhecidos de grande parte da população e você pode tomar eles em seu estado natural, como em um chá.

Mas esses ‘ingredientes’ se encontram muito mais concentrados dentro de um ansiolítico fitoterápico, do que você conseguiria ingerir em seu ‘estado original’.

A lista de ansiolítico natural é:

  1. Passiflora;
  2. Valeriana;
  3. L-Triptofano.

Abaixo falaremos de cada uma delas.

 

1. Passiflora

Passiflora Incarnata, também conhecida como Flor da Paixão é o nome dá flor do maracujá.

Ela é excelente para quem está com problemas de ansiedade, nervosismo, ataques de raiva ou mesmo insônia.

A Passiflora pode ser encontrada como um ansiolítico natural forte pois existem muitos medicamentos fitoterápicos cada um com um nível de concentração diferente.

O ideal é você começar utilizando um ansiolítico a base de Passiflora que seja menos concentrado e aumentar caso sinta que aquele nível de concentração não seja o suficiente.

É importante também consultar o médico para que ele possa passar uma quantidade que seja segura para você e que também não atrapalhe algum outro tipo de medicamento que você já possa usar.

Esse medicamento pode causar sonolência (caso o seu problema não seja a insônia).

Por esse motivo não é recomendado ingeri-lo durante o período que você precisa estar ativo ou logo ao acordar.

O ideal é tomá-lo 30 minutos antes de ir dormir.

Esse aviso também vale para pessoas que trabalhem com máquinas pesadas ou dirigindo pois a passiflora (devido à sonolência) reduz também os reflexos.

 

2. Valeriana

A Valeriana também é uma grande conhecida das pessoas e seu efeito é sobre o nervosismo, irritabilidade e estresse.

Ela também auxilia em problemas de sono, facilitando o adormecer e tornando à noite mais tranquila.

Por ter um gosto amargo geralmente é consumida junto com outro tipo de erva quando é feita em forma de chá.

Esse motivo faz com que muitas pessoas prefiram utilizá-la em seu formato de capsulas. Assim a pessoa não sente o seu gosto.

A Valeriana no entanto também contribui para casos de deficit de atenção e também para hiperatividade.

Não deve ser utilizado por longos períodos e também não deve ser utilizado por crianças e gestantes.

O que é ansiolítico natural forte?

 

Alguns dos seus efeitos colaterais podem ser:

  • Dores de cabeça;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Sonolência;
  • Cansaço.

Evite tomar além das doses pré-definidas.

Se algum desses efeitos se manter constante, suspenda o uso.

Não tome esse ansiolítico natural forte sem orientação médica, principalmente se fizer usos de outros medicamentos.

 

3. L-Triptofano

O L-Triptofano (nome científico) é outro ansiolítico natural forte que está presente em muitos alimentos e inclusive também é utilizado em ansiolíticos não naturais.

Ele atua diretamente na produção de serotonina do corpo sendo ideal até mesmo no combate a casos de depressão.

A serotonina para quem não sabe, também é conhecida como o ‘hormônio da felicidade’ pois é responsável pela sensação de felicidade, bem-estar e prazer.

O L-Triptofano (nome científico) está presente em alimentos como o chocolate (que provoca o bem estar), o que explica o fato de nos sentirmos tão bem quando a consumimos. Esse também é o motivo de comermos chocolate quando nos sentimos tristes.

Por exemplo, pacientes com depressão comumente tem pouco L-Triptofano no corpo.

Pelo fato de o L-Triptofano ser um aminoácido presente em uma grande parte de alimentos ele é considerado um ansiolítico natural forte.

 

Considerações Preliminares

Existem muitos outros ansiolíticos natural forte além desses a base de Valeriana, Passiflora ou L-Triptofano mas citamos esses 3 por serem os mais conhecidos e fáceis de achar.

Você pode encontrar eles em farmácias, farmácias de produtos naturais ou mesmo em lojas de produtos naturais.

Mas não esqueça de consultar primeiro o médico para ver qual o tipo desse medicamento que é melhor para você e também se ele não vai interferir em outra medicação que você toma. Abaixo segue mais um artigo sobre o mesmo assunto. Fique por dentro!

Mais informações sobre Ansiolíticos Naturais

 

Você sabe o que são ansiolíticos naturais fortes? Talvez por esse nome não, mas garanto que você já tomou pelo menos um (ou vários) tipo de ansiolítico natural.

O que é ansiolítico?
O que são ansiolíticos naturais fortes?

Se você não sabe o que é e tem curiosidade de saber continue conosco que vamos explicar.

O que são ansiolíticos naturais fortes?

Basicamente um ansiolítico é um remédio, natural ou não, que combate a ansiedade e transtornos de ansiedades nas pessoas.

Entre esses tipos de medicamentos os mais conhecidos são os a base de benzodiazepínicos.

Os ansiolíticos também são muito utilizados por quem sofre de insônia ou problemas do sono, como noite inquietas e mal dormidas. Contudo vale salientar que se trata de remédios que podem causar efeitos colaterais que alteram o sistema nervoso.

Isso ocorre pois parte dos casos de insônia envolvem algum tipo de quadro de ansiedade pelo paciente.

Mas também são utilizados contra a insônia pois os ansiolíticos causam sonolência. Portanto se você está em busca dos ansiolíticos naturais fortes está no lugar certo.

Por esse motivo, não é comum fazer uso desse medicamento durante os horários que a pessoa precisa estar ativa, seja para trabalhar, estudar ou qualquer outro afazer, sendo comumente utilizada próximo da hora do paciente ir dormir.

Os ansiolíticos a base de benzodiazepínicos também podem ser utilizados nos seguintes casos:

  • Tratamentos de epiléticos;
  • Tratamentos de pessoas convulsivas;
  • Para promover o relaxamento muscular e também é usada para o bem estar;
  • Sedação para procedimentos médicos.

A ansiedade ativa a parte do cérebro responsável pelo ‘estado de alerta’, porque que é basicamente aquele estado que a pessoa atinge quando sente medo.

Imagine as seguintes situações:

  1. Você está caminhando pela rua e se depara com uma cobra;
  2. Você está caminhando pela rua a noite e olha para todos os lados com medo de ser assaltada.

Nesses dois casos aquela ‘sensação’ que você teve na hora e nos momentos após se deparar com qualquer um desses acontecimentos é o seu ‘estado de alerta ativo’.

O que a ansiedade faz é deixar esse seu ‘estado de alerta’ ativado o tempo todo, 24 horas por dia, até mesmo enquanto você dorme.

Os ansiolíticos pode ser usado para normalizar de volta o seu cérebro, neurotransmissores e outras áreas do seu corpo, ativadas pela ansiedade.

Ansiolíticos mais conhecidos

Muitos são os ansiolíticos utilizados nos dias de hoje. Contudo estimasse que mais de 5% da população do Brasil faz uso de algum tipo de ansiolíticos todos os dias.

Os tipos de remédios ansiolíticos mais conhecidos são:

  • Lorazepam (Lorax);
  • Flurazepam (Dalmadorm);
  • Diazepam (Valium);
  • Clonazepam (Rivotril);
  • Alprazolam (Frontal).

Esses são os nomes genéricos dos principais ansiolíticos utilizados no Brasil. Entre parenteses estão os nomes comerciais mais conhecidos de cada um desses tipos.

Efeitos colaterais dos ansioliticos naturais fortes

Esses remédios ansiolíticos podem apresentar vários efeitos colaterais.

Portanto o primeiro que você precisa saber é que eles tomados de médio a longo prazo são extremamente viciantes e causam dependência química com facilidade.

Muitas pessoas até mesmo utilizando eles por pouco tempo tem crises de abstinência ao parar o tratamento.

Além disso outros possíveis efeitos são:

  • Sonolência excessiva;
  • Tonturas;
  • Enjoos;
  • Vômitos;
  • Zumbidos nos ouvidos;
  • Quedas;
  • Perda de memória;
  • Desorientação;
  • Diminuição da coordenação motora fina.

Por esses motivos você não deve de forma alguma utilizar qualquer um desses remédios sem antes consultar um médico ou especialista na área para que ele possa prescrever o medicamento correto e também a dose correta para o seu caso.

Esses sintomas descritos acima são mais comuns em pessoas que tomam esses medicamentos com dosagens acima das prescritas ou dosagens erradas.

Então não tente pegar aquele ansiolítico que algum parente ou amigo não usa mais, nem tomar a quantidade que essa pessoa tomava.

Portanto para cada caso um medicamento e dosagem diferentes são necessárias e tomar esse remédio de forma errada pode ser muito prejudicial a sua saúde.

Outro fator importante nessa hora é também a sua idade, se é homem ou mulher (mulheres que são gestantes ou lactantes não devem tomar ansiolíticos) e também a sua saúde como todo.

Portanto é importante ressaltar que esse tipo de medicamento melhora os sintomas da ansiedade, porém não cura o problema causador da mesma.

Por isso é importante consultar um especialista para reduzir sua ansiedade e dessa forma encontrar um mecanismo de ação para ‘curá-lo’.

Ansiolíticos Naturais Fortes ou Ansiolíticos Naturais

Então como dito lá no início, você provavelmente já tomou algum tipo de ansiolítico natural forte, isso sem ao menos se dar conta.

E isso ocorre pois muitos chás e alimentos são ansiolíticos (neste caso derivados de plantas medicinais).

A vantagem deles é que não são viciantes como os remédios prescritos por um médico e também apresentam muito pouco ou nenhum efeito colateral.

Claro que eles também são bem mais ‘fracos’ que os remédios prescritos por um médico, mas, ao mesmo tempo, resolvem os problemas de boa parte das pessoas.

Os ansiolíticos naturais fortes mais conhecidos são:

  1. Valeriana;
  2. Camomila;
  3. Passiflora.

Abaixo explicaremos um pouco sobre os efeitos de cada uma delas.

1- Valeriana

O chá de Valeriana é um dos melhores ansiolíticos naturais conhecidos atualmente.

Além de funcionar como calmante ela também ajuda a combater o nervosismo e a insônia, tendo assim mais de um beneficio para a saúde.

Ela também auxilia para quem sofre de problemas com a pressão alta, regularizando a pressão.

Contudo por esse motivo ela não deve ser consumida por quem sofre de pressão baixa.

2- Camomila

Quem nunca tomou um chá de camomila para acalmar os nervos, não é mesmo?

E não é para menos já que a camomila também é um bom ansiolítico natural e sem nenhuma restrição quando consumido em baixas quantidades.

Sem exageros ela pode ser consumida até mesmo por crianças, gestantes e também lactantes.

Sua função é combater a ansiedade e o nervosismo ao mesmo tempo que auxilia a pessoa a pegar no sono mais rápido e também ter uma noite de sono mais tranquila.

3- Passiflora

Portanto sem dúvidas você já ouviu a frase ‘Tá nervosa? Toma um suquinho de maracujá que passa.’.

Pois então, a Passiflora é a flor do maracujá e por esse motivo tem um efeito muito benéfico para a pessoa e é um ótimo ansiolítico natural.

No entanto ela combate o nervosismo, a ansiedade, os ataques de raiva e também é excelente contra a insônia ou dificuldade para dormir.

Portanto um cuidado é necessário com a Passiflora. Ela pode deixar a pessoa bem sonolenta.

Então por esse motivo não se deve tomar o seu chá sem ser no período próximo a hora de ir dormir.

Estima-se que o chá dessa flor deve ser tomado 30 minutos antes da pessoa se deitar para ter um melhor aproveitamento. Essa medida pode proporcionar um bem estar para a pessoa, pois nossas dicas primoram pelo uso de plantas medicinais que são usadas há milhares de anos por diversas culturas por todo o mundo. Portanto, para ficar sabendo tudo sobre os efeitos calmantes no remédios naturais, pesquise e sempre procure orientação médica.

Vale ressaltar que as informações contidas nesse artigo são apenas de caráter informativo!

Remédios caseiros também deve ser usado com moderação e um médico deve ser consultado (busque sempre orientação médica). É preciso cuidado ao tentar reduzir a ansiedade com remédios naturais, pois os efeitos calmantes podem e afetam o sistema nervoso central.

Os ansiolíticos são comumente usados para equilibrar os transtornos do sono, seu mecanismo de atuação age no cérebro e ele deve ser usado com moderação para combater a ansiedade.

Gostou? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here