Poderosos no emagrecimento? Especialista fala sobre os chás populares

176
Nutróloga explica como os chás verde, de limão e de gengibre podem ser grandes aliados no emagrecimento saudável

O sonho de perder peso sem muito esforço seduz facilmente as pessoas e um dos meios são os chás naturais. Os mais populares são chá verde, chá de limão e chá de gengibre. O Em Tempo foi investigar a fundo se realmente as substâncias têm eficácia, com a ajuda da nutróloga Natasha Vilanova (CRM 11446). “Na verdade, nenhum deles ou qualquer chá vai conseguir fazer de forma isolada um paciente emagrecer”, alerta a especialista.

“A gente sempre reforça para as pessoas que os chás são sempre bem-vindos em qualquer tipo de reeducação alimentar, nas dietas são grandes aliados. Cada substância ajuda a ter um resultado positivo, mas tomar somente o chá não surte efeito”, explica a nutróloga.

A especialista reforça que a pessoa que tomar um desses chás, mas continuar sedentário, sem praticar exercícios, não terá resultados positivos. A dica para ter bons resultados em perda de peso é que o paciente melhore a dieta, incluindo alimentos saudáveis, começar atividades físicas e alinhar junto a qualquer um desses três chás.

Essas substâncias são como termogênicos, principalmente o chá verde e o chá de gengibre porque oferecem uma melhora no metabolismo, porém pequena. Os chás não oferecem grande aceleração no metabolismo, salienta Natasha.

Diferenças

A diferença entre os três chás é que cada um tem substâncias particulares. O chá de limão é um excelente antioxidante e anti-inflamatório natural, tem uma excelente fonte de vitaminas que melhoram o sistema imunológico.

O chá verde melhora o metabolismo, o chá de gengibre é um excelente anti-inflamatório, o chá de limão, rico em antioxidantes, melhora o sistema imunológico. “Os três isoladamente, ou até em conjunto, são bem vindos para o consumo de cada paciente”, orienta Vilanova.

Contraindicação

A contraindicação para essas substâncias naturais é apenas para pessoas que têm algum grau de alergia ou intolerâncias. Mas outras pessoas, como pacientes que fazem uso de outras substâncias medicinais, hipertensos, pacientes que tenham problemas cardíacos, devem evitar o consumo exagerado para não sentirem algum efeito colateral.

“Procure auxílio de um médico nutricional para que possa ser feita a orientação individualizada, e caso queira consumir chá de forma natural, consumir com equilíbrio”, recomenda Natasha Vilanova.

Fonte: d.emtempo.com.br

1 COMENTÁRIO

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here