16.9 C
São Paulo
sábado, 7 dezembro 2019

Posso dar calmante forte para cachorro?

Receitas Naturais

O que é calmante natural?

Muita das substância oferecidas da natureza possuem propriedade que a gente nem imagina. Para quem sofre de ansiedade e...

Saiba porque o sexo é capaz de acalmar as mulheres!

Será que o sexo é capaz de acalmar as mulheres de forma semelhante ao que acontece quando tomamos algum...

Por que meu bebê não dorme?

Uma das reclamações de muitas mães é que o bebê não dorme. Realmente esse problema é muito comuns entre...
- Advertisement -

cachorro triste
Tente usar opções naturais antes de apelar para remédios

Quem tem um pet sabe como é difícil vê-los sofrendo. É por isso que muita gente busca alternativas para diminuir esse sofrimento. E a dúvida é sempre a mesma, quando dar um calmante forte para cachorro? Há alguma restrição que precisa ser levada em consideração?

A gente sabe que existem fatores estressantes que prejudicam o animal de estimação. Fogos de artifício, por exemplo, estão no topo de lista de incômodos. Entretanto, há situações em que o estresse canino é mais intenso e sem uma motivação tão clara.

- Paragrafo 2 -

Entenda a seguir o que você pode fazer para ajudar seu cãozinho e quando apelar para os calmantes mais fortes!

Tente investir em mudanças de comportamento

Antes de buscar remédios e alternativas mais severas, existem terapias comportamentais bastante eficientes. A questão é que cachorros têm muita energia para gastar. Assim, grande parte dos casos de estresse e nervosismo são fruto da falta de oportunidade para isso.

- Advertisement -

Para ajudar, você pode adicionar novas rotinas para o pet, como:

  • sair para correr diariamente;
  • não deixá-lo apenas em locais fechados;
  • permitir que o cachorro tenha acesso ao sol;
  • garantir momentos de atenção e carinho;
  • fazer massagens circulares para acalmar crises;
  • oferecer distrações saudáveis, com brinquedos e atividades guiadas.

Embora nem sempre isso seja prioridade, passar alguns minutos do seu dia com o animal de estimação é imprescindível. A solidão funciona também como gatilho para comportamentos agressivos.

Busque calmantes naturais para pets

- Advertisement -

Enquanto aposta em mudanças comportamentais, é possível também utilizar alternativas naturais. Existem chás e substâncias que podem ser consumidos pelos animais sem risco à sua saúde.

O chá de camomila, por exemplo, é muito utilizado por humanos. Com propriedades comprovadamente calmantes, a substância pode ser oferecida aos animais por meio da água ou o de extratos.

Utilizar florais é também uma alternativa cada vez mais recomendada. Como são produzidas a partir de plantas, se tratam de opções sem risco de intoxicação. Isso, é claro, se forem utilizados da forma correta, sempre com poucas gotas.

Utilizar tecidos para fazer uma amarração em 8 também é muito eficiente para acalmar o pet. Quando a região próxima ao pescoço está pressionada de forma adequada, o cachorro tende a se sentir mais seguro. Essa, inclusive, é uma estratégia muito viável para dias em que é possível prever as crises, como no reveillon ou em finais de campeonato.

Defina que tipo de calmante forte para cachorro você precisa

cachorro agressivo
Fique atento aos sinais de agressividade do cachorro

Se nada disso adiantar, é hora de tentar descobrir que tipo de calmante forte seu cachorro precisa:

  • sedativos — mais indicado quando há situações como viagens longas, por exemplo. Precisam ser aplicados por veterinários para garantir que a dose seja correta;
  • tranquilizantes — de uso prolongado, também precisam de indicação especializada para não exceder a dose. São mais leves do que os sedativos, mas requerem atenção;
  • homeopáticos —  tem ação semelhante aos calmantes naturais. Preparados com plantas, podem ser utilizados sem receita, embora seja sempre importante consultar o veterinário.

Vale dizer que a dose para cada cãozinho varia de acordo com seu peso e estrutura corporal. Pode ser perigoso dar ao seu cachorro o mesmo remédio que o vizinho deu para o dele.

Da mesma forma, é imprescindível jamais oferecer remédios humanos para os pets. As doses caninas são sempre mais leves e você pode colocar em risco a vida de seu bichinho de estimação.

Aprenda a ter paciência com seu animal de estimação

Uma questão determinante no comportamento do seu cachorro está no tratamento que você lhe oferece. A verdade é que muitos donos não têm paciência ou esquecem que se tratam de animais. Esperar que cachorros tenham reações humanas pode ser bastante frustrante.

Além disso, é preciso lembrar que o instinto animal fala mais alto. E é preciso respeitar isso. Quando um filhote chega à sua casa, por exemplo, é natural que chore durante algumas noites. Ou que fique latindo muito.

Em situações em que o cachorro se sente ameaçado, a agressividade também pode ser a resposta. Ainda que você não perceba, manter o cão constantemente fechado pode funcionar como uma ameaça para ele. E a consequência será uma reação de defesa.

Ter paciência com seu pet pode ser mais importante do que um calmante forte para cachorro.

Procure ajuda especializada

Antes de decidir que seu cachorro tenha algo errado, procure um profissional adequado. um veterinário pode avaliar os sintomas com mais experiência. Procure ajuda sempre que perceber que há algo errado.

Em geral, os sinais de estresse mais comuns são:

  • agressividade;
  • mastigação agressiva;
  • latidos intensos e sem motivo aparente;
  • recusa em comer;
  • tremores;
  • latido sem fôlego;
  • respiração trêmula;
  • choro que persiste por mais de 2 semanas.

Assim que você notar mais de 3 atitudes como essas acima, não hesite em procurar um médico veterinário. Um olhar profissional vai conseguir te guiar melhor em busca do tratamento mais adequado.

Tenha certeza que o calmante forte para cachorro não atrapalhe sua personalidade

cachorro dopado
Cuidado para não afetar a personalidade do cachorro

Se o calmante for a alternativa encontrada, sem problemas. No entanto, tenha cuidado para não atrapalhar a personalidade do seu cão. Existem raças que são naturalmente mais agitadas. Outras, gostam mais de correr. Há os que são preguiçosos. E tudo precisa ser levado em consideração.

Se você tem um cachorro que corre por todos os lados, um calmante talvez lhe deixe mais parado. É isso que você busca? Mas e será que é o melhor para ele?

A decisão de utilizar algum aditivo não pode ser vazia. É por isso que a opinião do profissional é sempre muito importante. É ele quem vai te guiar no tratamento. Lembrando sempre o uso desse tipo de remédio precisa ser temporário. Não se trata de uma solução para longo prazo.

Pense sempre que você não quer ter um cachorro dopado, apenas um cachorro mais tranquilo e feliz. Por isso, evite soluções drásticas e impulsivas. Buscar alternativas seguras é essencial tanto para humanos quanto para pets.

Se seu cachorro anda muito agitado, dê um tempo a ele. Pode ser que algo tenha acontecido fora da sua vista!

E se você gostou desse conteúdo, aproveite para compartilhar! Ajude mais gente a aprender como lidar com seus cãozinhos!

- Advertisement -
- Advertisement -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

O que é calmante natural?

Muita das substância oferecidas da natureza possuem propriedade que a gente nem imagina. Para quem sofre de ansiedade e...

Grávida pode tomar calmante para dormir?

Uma das perguntas mais repetidas na internet sobre calmantes naturais está relacionada a gravidez. Uma busca muito realizada principalmente entre as mulheres é "Grávida...

Qual é o melhor remédio natural para dor de cabeça?

Você sempre tenta evitar medicamentos? Isso é bastante comum. Por isso, é importante procurar o melhor remédio natural para dor de cabeça. Ninguém merece...

Posso dar calmante para cachorro?

Posso dar calmante para cachorro? Essa é uma das muitas dúvidas de quem têm esse animal de estimação. A resposta rápida é: depende. Sim, não existe...

7 maneiras de combater a enxaqueca

Começa como um incômodo nas têmporas ou uma sensibilidade à luz. Em seguida, lá está ela, afetando sua vida por completa. Combater a enxaqueca...
- Advertisement -

Artigos Relacionados

- Advertisement -