Categorias
Calmante Natural Gravidez

Quais cuidados tomar ao usar calmantes na gravidez?

Quais cuidados tomar ao usar calmantes na gravidez?
Quais cuidados tomar ao usar calmantes na gravidez? – Foto: Alto Astral

Só quem já passou por uma gestação consegue entender as diversas mudanças que acontecem no corpo e na mente de uma grávida.

O período da gestação não é nada fácil e os hormônios são os principais responsáveis pelas oscilações de humor que as mulheres enfrentam. Além disso, a grávida tem que lidar com as inseguranças dessa nova fase de sua vida, o que pode gerar muita ansiedade.

Para lidar com todo o stress que envolve a gestação, muitas mães recorrem a remédios ansiolíticos. Mas será que esses medicamentos são seguros durante a gravidez? Quais cuidados você deveria tomar ao usar calmantes na gravidez?

Cuidados ao usar calmantes na gravidez

De maneira geral, os especialistas recomendam que a mulher tome a menor quantidade possível de medicamentos alopáticos durante a gravidez.

No entanto, já foi comprovado que o stress e a ansiedade são responsáveis por problemas de baixo peso nos recém nascidos e também de parto prematuro. Por esse motivo, em alguns casos, é preferível tomar o ansiolítico do que sofrer com os efeitos danosos da ansiedade.

Problemas de depressão entretanto, costumam ser tratados com medicamentos similares aos de transtorno de ansiedade e, quando o quadro clínico ocorre no início da gestação, também está associado a problemas de baixo peso e parto prematuro. Quando ocorre no último trimestre, está relacionado ao problema de pré-eclâmpsia.

A importância do acompanhamento médico ao usar calmantes na gravidez

O ideal é procurar um médico psiquiatra e informar que você está gestante ou tentando engravidar antes mesmo de começar qualquer tipo de tratamento contra a depressão ou a ansiedade.

Desse modo, ele irá prescrever o medicamento seguro na dosagem recomendada para o seu tipo de problema e levando em consideração, principalmente, a sua gravidez.

Atenção! Já foi comprovado que tomar ansiolíticos não indicados para a gestação pode causar uma série de problemas no bebê.

Os problemas variam desde autismo a uma má formação fetal.

Portanto procure sempre um médico especialista ou converse com o seu obstetra.

Medicamentos naturais para combater a ansiedade na gravidez

Se o seu psiquiatra ou obstetra não recomendaram um tratamento medicamentoso para o seu caso.

Contudo você pode fazer uso de alguns tipos de calmantes naturais.

Lembrando sempre que, embora sejam naturais, precisam ser acompanhados pelo médico.

Os calmantes naturais possuem menos contraindicações, portanto são mais facilmente encontrados em feiras, supermercados e farmácias comuns. A seguir, você vai ver alguns exemplos:

Tratando a ansiedade na gestação com atividades físicas

  • Exercícios físicos: Além de ser bom para o corpo e a saúde do bebê e da mãe, a prática de atividade física ajuda no controle da ansiedade. Uma caminhada leve faz bem para distrair a mente e cansar o corpo.

No entanto, apesar de benéfica, antes de começar, você deve conversar com o seu obstetra, principalmente se você não tinha o hábito de praticar atividade física antes da gestação.

  • Hidroginástica: A hidroginástica é altamente indicada na gestação. Essa atividade ajuda no controle do peso da gestante e ainda auxilia no equilíbrio mental, sendo um excelente medicamento natural contra a ansiedade.
  • Yoga e Pilates: Essas duas práticas ensinam a mulher a lidar com a sua própria respiração e, naturalmente, se controlar em situações de stress e ansiedade. Contudo elas também são importantes para manter o peso da gestante e ajudam a preparar o corpo para o momento do parto.

 

Tratando a ansiedade com alimentos calmantes naturais

  • Florais de Bach: O médico Edward Bach desenvolveu um sistema de cura dos males emocionais por meio de essências florais. Ele identificou 38 sentimentos negativos e as respectivas plantas que ajudam a tratar o mal e criou uma essência de cada.

Portanto esses florais, além de serem naturais, são baratos e facilmente encontrados nas farmácias. Muitos deles podem ser usados por gestantes no combate a sentimentos ruins como stress, cansaço, tristeza, medo, insegurança e até mesmo pressão alta.

  • Mel: O mel é um dos alimentos responsáveis por produzir serotonina. Essa substância é responsável pela sensação de bem estar e ajuda a controlar os níveis de humor da gestante, sendo um calmante natural muito eficaz. Porém, você deve ter cuidado para não ingerir uma quantidade muito grande, pois pode sofrer com a azia, comum às grávidas, e ganhar mais peso do que o recomendado.

Além disso, você não deve consumir mel se tiver diabetes gestacional.

  • Ovos: Esse alimento é uma fonte de vitaminas do complexo B. O ovo também contém niacina e acetilcolina. A falta dessas substâncias no organismo da mulher contribui para o excesso de ansiedade. Sendo assim, é altamente recomendado que você consuma ovos pelo menos duas vezes por semana.
  • Maçã: É rica em vitaminas, sais minerais e antioxidantes. Tem efeito calmante e ajuda no controle da ansiedade, além de gerar diversos benefícios para o sistema digestivo e ação anti-inflamatória. Pode ser consumida assada, crua, com ou sem casca e até como suco ou chá.
  • Maracujá: Os efeitos calmantes do maracujá estão mais concentrados nas folhas do que na fruta. Para conseguir os seus benefícios, faça um chá. Basta adicionar uma xícara de água fervente para uma colher de sopa de folhas de maracujá. As folhas podem ser secas ou frescas e devem ficar abafadas com a água fervente por 10 minutos. Depois disso, é só coar e beber.

Também existem cápsulas de maracujá que são vendidas livremente em farmácias homeopáticas.

  • Chá de camomila com erva-cidreira: Essas duas plantas são conhecidas pelo seu efeito calmante e auxiliam até os casos de transtorno de ansiedade. Contudo quando a crise estiver iniciando, o ideal é fazer uma infusão com as ervas e, depois de 10 minutos, coar e beber. Adoçar com mel pode potencializar o efeito calmante.
  • Entretanto um suco natural da fruta é a melhor opção, além de ser uma delícia.

Procure sempre ajuda ao escolher um Calmante Natural

Como você pode ver, existem diversas maneiras de ajudar você a passar por esse período de ansiedade que é a gestação.

No entanto se o seu caso de ansiedade não foi classificado pelo médico como um caso de transtorno.

Você pode combinar essas dicas de calmantes naturais e desfrutar de uma gestação mais tranquila e saudável.

Portanto procure sempre ajuda médica especializada, participe de grupos de mães e nunca sofra sozinha.

Saiba mais informações sobre o maracujá, pois é o melhor calmante natural do mundo!

Para dicas de corpo e boa forma veja nosso blog Corpo e Boa Forma.

1 resposta em “Quais cuidados tomar ao usar calmantes na gravidez?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *